segunda-feira, 18 de abril de 2016

Saiba mais sobre os passes no Handebol


Vamos falar de passe no Handebol. O passe no handebol são movimentos que permitem a bola ir de um jogador a outro, desta forma ele necessita sempre da interdependência de no mínimo duas pessoas. É um dos movimentos fundamentais do handebol e são executados segundo um determinado gesto técnico que é a forma "correta" de execução de um movimento específico.


Os tipos de passes podem ser classificados da seguinte maneira:

Passes acima do ombro: podem ser realizados em função da trajetória da bola para frente ou oblíquo, sendo que ambos podem ser: retificado ou bombeado.

Passes em pronação: lateral e para trás.

Passes por de trás da cabeça: lateral e diagonal.

Passes por de trás do corpo: lateral e diagonal.

Passe para trás: na altura da cabeça com extensão do pulso.

Passe quicado: quando a bola toca o solo uma vez antes de ser recepcionado pelo companheiro, nesse tipo de passe a bola é atirada ao solo em trajetória diagonal.

segunda-feira, 11 de abril de 2016

8 exercícios combinados de Handebol



Os movimentos fundamentais do handebol que são executados segundo um determinado gesto técnico que é a forma "correta" de execução de um movimento específico, descrito biomecanicamente. Por exemplo: O gesto técnico do passe de ombro no handebol - é a execução desse tipo de passe com o menor desperdício de energia, com a maior rapidez e velocidade, portanto com maior eficácia.

Veja esse video que treina esses fundamentos combinados.

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

O papel do goleiro de handebol dentro da equipe

https://mikaellarocha.files.wordpress.com/2013/11/o-goleiro-de-handebol.jpg

Várias são as modalidades esportivas onde encontramos a posição de goleiro (futebol, futsal, beach soccer, handebol, polo-aquático, entre outras), em todas elas, atribui-se a ele grande responsabilidade no desempenho de sua equipe

 O goleiro de handebol representa primeiramente a última barreira defensiva, tendo suas defesas importância fundamental no sucesso de sua equipe. De acordo com Barela (1998), nos últimos campeonatos mundiais, os arremates tiveram a seguinte estatística: 37% foram convertidos, 32% foram para fora e 31% foram defendidos pelo goleiro. Mesmo de forma superficial, esses números demonstram a grande participação dos goleiros dentro das partidas. Essas informações não trazem ainda outras ações praticadas pelos goleiros, que podemos destacar como: postura, colocação e saídas de gol; que certamente influenciam no desenvolvimento do jogo e no seu resultado.

 Além do caráter defensivo, podemos atribuir ao goleiro outras funções relevantes, entre elas uma grande responsabilidade na orientação tática de sua equipe, pois o seu posicionamento em quadra lhe oferece visão privilegiada podendo de forma segura orientar seus companheiros tanto nas atitudes defensivas como também nas práticas ofensivas, sendo ele muitas vezes utilizado como capitão da equipe por apresentar grande liderança. Ainda podemos creditar ao goleiro grande importância nas ações ofensivas, considerado por muitos treinadores como o primeiro atacante, isto quando ele inicia os contra-ataques, dando ritmo inicial ao jogo. Podendo ser também o último atacante, quando sua equipe está inferiorizada numericamente ou marcada sob pressão, assim atuando fora da área, é um eficiente apoiador do seu ataque.

Sabendo da importância deste para equipe, é necessário que os professores ou treinadores da modalidade conheçam as principais características e ações do goleiro de handebol, para que seja possível estimular os jovens a ocupar esta posição, que é de grande relevância para o sucesso da equipe.

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

Lesões e o Handebol

http://jornalcorreioeletronico.com.br/wp-content/uploads/2015/01/Selecao-Brasileira-handebol-FotoSantiago-RussoPhotoGrafia_LANIMA20130116_0016_26.jpg

O handebol é um esporte rápido, explosivo e de contato, cujos movimentos não são contínuos, cíclicos ou repetitivos.

O atleta deve subir o mais alto possível, mantendo equilíbrio e estabilidade, lançar longe ou próximo com força e precisão, modificar formações de ataque e defesa, além de atuar na resistência contra forças disruptivas principalmente dos oponentes. O atleta do handebol não pode somente se concentrar na execução do gesto ou habilidade, pois muitas vezes deve tomar decisões rápidas . Mudanças de movimento pela brusca alteração das condições de jogo, na maioria das vezes proporcionada pelos oponentes, têm como objetivo principal causar a falha do atleta na execução de seu movimento.

Isso exige do indivíduo um maior trabalho proprioceptivo e neuromuscular para atuação harmônica de todos os grupos musculares e articulações.

A compreensão de como as forças operam e a detecção de aspectos que podem ser aprimorados ou corrigidos não é tarefa simples, devendo ser estudada com métodos e critério.

Os gestos ou habilidades devem ser bem estudados para possibilitar uma melhor compreensão da eficiência do movimento e melhora de desempenho, além de permitir a atuação na prevenção e tratamento de muitas das lesões específicas do esporte.
A análise das habilidades e gestos esportivos específicos do esporte pode ser realizada da seguinte maneira: determinar os objetivos do gesto esportivo, observar as características especiais de cada posição bem como seus gestos específicos, estudar desempenhos excelentes dessa habilidade para comparação, dividir o gesto a ser estudado em fases, dividir cada fase em elementos-chave e entender as razões mecânicas de elemento-chave.

FATORES CAUSADORES DE LESÕES NO HANDEBOL
A incidência das lesões estão diretamente relacionadas a fatores relacionados abaixo:

  • Fatores pessoais: idade, sexo, agilidade, coordenação, flexibilidade, composição muscular, lesões pregressas, técnica, personalidade, imprudência e equilíbrio emocional.
  • Fatores da modalidade: capacitação do treinador, contato com oponentes e colegas no esporte coletivo, gesto esportivo específico ou de execução na especialidade, regras, equipamentos e características da competição.
  • Fatores ambientais: tipo de piso e temperatura.

quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Saiba mais sobre as Fintas no Handebol

http://static.bolsademulher.com/sites/www.bolsademulher.com/files/styles/big-featured/public/dieta/beneficios-do-handebol-2.jpg?itok=lSl01qZn

É a ação que o jogador realiza, estando de posse da bola, para desviar a atenção do oponente numa direção falsa à aquela que se quer conseguir, causando assim, o desequilíbrio do mesmo.
 
A finta é utilizada quando se tem um opositor (seu par) pela frente para ser vencido. A finta deverá, além de vencer e superar o oponente direto, ser também executada como uma ação tática. O atacante procura vencer seu oponente dirigindo seu deslocamento para o espaço livre (entre dois adversários: par e ímpar) atraindo a atenção de seu ímpar beneficiando assim, seu companheiro lateral. Com esta ação o atacante poderá provocar o desequilíbrio defensivo facilitando a finalização.

Para isso são utilizados os:
  • DESLOCAMENTOS - Ação de mudar de um lugar a outro na quadra;
  • TROCA DE RITMO - Ação que possibilita aumentar ou diminuir a velocidade durante o deslocamento ou trajetória;
  • MUDANÇA DE DIREÇÃO - ação de mudar a trajetória de seu deslocamento.
As fintas tem como objetivo

* Desequilibrar o oponente direto (par);
* passar pelo adversário, estando de posse da bola;
* Provocar o desequilíbrio defensivo, desviando a atenção de seu ímpar;
* Conseguir situação de superioridade numérica;
* Atrair a atenção e fixar seu ímpar.

segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Excelente curso online de Handebol

Curso Handebol Básico


No curso de Handebol do Portal Educação, por meio da Educação a Distância, você conhecerá aspectos relacionados a regras, táticas e técnicas entre outros.

Saiba mais sobre esse Curso

Objetivos Específicos
  • Produzir o entendimento do valor educacional da prática do Handebol e da Iniciação Esportiva, como um fator de desenvolvimento educacional e da formação física, intelectual e social;
  • Conhecer e explorar as possibilidades de técnicas e táticas do handebol;
  • Oportunizar a prática do handebol promovendo assim a autossuperação individual e coletiva, promovendo o desenvolvimento motor, cognitivo e afetivo-social. E promover coletivamente com o grupo a interação e a socialização pela prática do esporte, handebol.


 Curso Handebol Básico



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...